Com o objetivo de destruir todos os germes nocivos à saúde é que a presença do esterilizador é tão fundamental nos laboratórios. Sua função é eliminar todo e qualquer microorganismo que possa atrapalhar os experimentos ou influenciar nos resultados, eliminar a contaminação que é gerada pela queima do GLP e ainda protege contra os riscos decorrentes de combustíveis líquidos que estão incendiados dentro do laboratório.

O esterilizador serve para purificar objetos como: alças, tubos, tesouras, pinças e ponteiras evitando que os objetos entrem em contato direto com a chama. Pode ser ainda um equipamento muito útil para ser posto em câmaras de fluxo umidirecional ou câmaras de segurança biológica no lugar do Bico de Bunsen.

Alguns esterilizadores podem servir para tornar estéril tecidos, instrumentais, vidros, luvas e seringas e podem ser usados ainda em clínicas odontológicas e médicas e laboratórios de controle de qualidade e a sua esterilização é feita com vapor d’àgua.